Ejaculação Precoce

O que é ejaculaçao precoce?

A ejaculação precoce é um problema sexual que afeta entre 20% e 30% dos homens. Trata-se da ausência parcial de controle sobre a ejaculação. Para definir o que precisa ser tratado do que é natural, Masters e Johnson definiram que a ejaculação precoce ocorre quando, em mais da metade das relações sexuais, a pessoa atinge o orgasmo antes do parceiro/parceira.

Também pode ser definida por uma disfunção que afeta a vida sexual e bem estar da pessoa. Vale destacar que nem sempre uma eventual ejaculação precoce configure um problema a ser tratado, apenas quando o problema é recorrente. Nesse caso existem tratamentos para isso e o problema é bastante comum.

ejaculacao precoce

A ejaculação precoce pode ser caracterizada inclusive na masturbação e não apenas na relação sexual. Normalmente ela é definida pelos médicos como primária e secundária.

A primária configura-se pelo homem ter dificuldade em segurar ereção com menos de um minuto de penetração, estresse e frustração, até mesmo evitando o contato íntimo e inabilidade de retardar a ereção durante o ato sexual.

No caso secundário, os sintomas são os mesmos supracitados, mas nenhum deles era comum anteriormente. Ou seja, homens que nunca tiveram problemas de ejaculação precoce passam a ter em determinado momento por algum outro motivo.

Ejaculação precoce tem cura, e ela está muito mais perto de você do que imagina. Eu já tive esse problema e uma mudança de pensamento simples me ajudou a resolver. Veja o que você precisa fazer para se livrar dela definitivamente.

A ejaculação precoce também é muito comum na adolescência, por conta da insegurança que os jovens possuem ao iniciarem suas vidas sexuais. Isso é completamente normal e não quer dizer que existe um distúrbio que precisa ser tratado.

Causas da Ejaculação Precoce

ejaculacao-precoce-causasNão existem fatores exatos que causam a ejaculação precoce. Mas acredita-se que os principais motivos são de cunho psicológico e alguns fatores biológicos.

Alguns fatores possíveis são: ansiedade, problemas de relacionamento, usos de remédios psicotrópicos, disfunção erétil, níveis hormonais acima do normal, atividade anormal do sistema ejaculatório, níveis de neurotransmissores acima do normal, inflamações na próstata e uretra, fatores genéticos, dados ao sistema nervosos por conta de traumas ou cirurgias, níveis de neurotransmissores acima do normal, etc.

Num geral são justamente os problemas de ordem psicológica que causam a ejaculação precoce. Em alguns casos pode estar ligado ao sentimento de inferioridade, ansiedade por satisfazer a parceira/o parceiro e baixa autoestima. Por vezes existe uma cobrança no desempenho sexual que tornam a ejaculação precoce ainda mais possível.

O estresse diário e o cansaço também influenciam para que isso ocorra. O estresse configura-se por uma instabilidade emocional e mental que reduzem a concentração e o relaxamento da pessoa, podendo causar a disfunção erétil. Problemas de coração também podem aumentar a instabilidade emocional e ansiedade durante o ato, ampliando o problema.

Já a disfunção erétil é um problema em se manter a ereção e o medo de perdê-la durante o ato. Isso faz com que o homem ejacule antes do tempo.

Tratamento para Ejaculação Precoce

tratamento ejaculação precoceExistem inúmeros tratamentos para a ejaculação precoce. Uma delas é o controle da ejaculação. Existem técnicas para prolongar o ato sexual, feito com pausas quando o estímulo fica mais intenso. O pênis é retirado da vagina e é feita uma compressão na glande por alguns segundos. Outra ideia bastante interessante é pensar em coisas desestimulantes durante o sexo e voltar a se concentrar quando o estímulo diminuir.

Por meio da masturbação também é possível treinar esse controle, fazendo pausas durante o estímulo. Existem casos de alguns homens que o ato sexual com camisinha reduz a sensibilidade e evita a ejaculação precoce. Existem preservativos mais grossos que podem ajudar.

Outra forma de tratamento é o apoio psicológico. Ele pode ser feito por um profissional e tem bastante resultado positivo. O parceiro/ parceira também pode ajudar nesses casos dando apoio e não julgando quando o a ejaculação precoce ocorrer.

Existem, também, medicamentos para a disfunção. Alguns cremes anestésicos auxiliam durante o ato sexual, por exemplo. Em certos casos é necessário usar antidepressivos como dapoxetina, fluoxetina e sertralina. Mas vale deixar bem claro que a automedicação é totalmente errada, portanto o consumo desses medicamentos só pode ser feita com prescrição médica.

Por vezes apenas o amadurecimento é o remédio para a ejaculação precoce. Como é comum nos jovens no início de suas vidas sexuais, é comum ter nervosismo e ansiedade durante o ato. Com treino, calma e informação o problema vai embora sozinho.

De qualquer maneira se o problema de fato está afetando a vida da pessoa é recomendável consultar um médico. Ele irá tirar todas as dúvidas e propor tratamentos possíveis. Logicamente é desconfortável tratar desses assuntos com pessoas desconhecidas, mas o profissional está preparado e já tratou de diversas pessoas com o mesmo problema, portanto para ele é algo muito natural.

Durante a consulta o médico fará algumas perguntas comuns nessas situações, como há quanto tempo a pessoa tem ejaculação precoce, se ela ocorre na masturbação, se tem problemas de ereção, se toma medicamentos, se o problema é desde o início da vida sexual ou surgiu há pouco tempo, entre outras questões.

Outro tratamento é a masturbação algumas horas antes do ato, para retardar a ereção durante o ato bem como evitar a penetração por um tempo e descobrir novas formas em obter prazer sexual.

massagem para controle de ejaculaçãoO parceiro ou parceira também pode fazer massagens relaxantes antes do ato para justamente deixar a pessoa mais calma e segura para o sexo. Existem até alimentos que auxiliam na diminuição da ejaculação precoce. As frutas cítricas possuem vitamina C que reduz o hormônio da ansiedade e melhoraram o funcionamento do sistema nervoso. Leite, ovos e derivados também ajudam. Eles possuem tripo fano que também age contra a ansiedade e ajudam na produção de serotonina, que dá a sensação de felicidade e prazer.

Outro alimento é o espinafre, que além de ajudar em todo o metabolismo também é importante para a ansiedade, inclusive um dos mais potentes nesse caso. Exercícios também ajudam, afinal liberam hormônio da felicidade e causa bem estar. Isso ajuda na recuperação da autoestima do paciente que fica mais confiante na hora de realizar o ato sexual.

Como evitar a ejaculação precoce?

Não há uma fórmula exata para evitar a ejaculação. Em geral é manter a calma e treinar quando possível para torná-la mais rara, até que o problema deixe de existir. Quando ele persiste é preciso fazer um tratamento e acompanhamento mais específico.

O segredo é manter a calma durante o ato e ter autoconfiança. É possível ter uma conversa franca com o parceiro ou parceira, afinal ele poderá ajudar a resolver o problema mais rapidamente. O que não ajudará são cobranças por um melhor desempenho, pois isso deixará a pessoa ainda mais fragiliza e a ejaculação precoce ainda mais possível.

Como a ejaculação é, na maioria dos casos, de cunho psicológico é esse lado que precisa ser mais bem tratado. Se um dia a pessoa se encorajar para conversar com os amigos sobre o tema, vai descobrir que ele é mais comum do que se imagine. Muitos homens sofrem dessa disfunção, já que ela é muito comum e tratável também.

Não existe uma solução mágica, um comprimido que se toma e acaba com o problema. É necessário treinar o corpo e a mente e fortalecer a autoestima para resolvê-lo. Num geral os homens conseguem superar a ejaculação precoce e manter a vida sexual normalmente, sem maiores problemas.

Para tirar dúvidas converse com as pessoas próximas, pesquise em sites especializados ou vá a um médico que dará um diagnóstico completo e específico.